Brasil Poker

Calculando probabilidades – Parte 1

Posted on: Novembro 27, 2008

Pessoalmente, comecei jogando sem calcular nada, esperava por uma boa mão e saía apostando feito doido. Não é a atoa que perdi bastante, de 2 em 2 dólares fui ficando cada vez mais pobre.

Comecei então a estudar um pouco o jogo, e aprendi que o primeiro passo para jogar poker é saber calcular Outs. Outs são as cartas do baralho que durante o FLOP, TURN ou RIVER lhe darão a mão vencedora.

Vamos então praticar um exemplo simples:

  • Suponha que você saiu com a mão abaixo:

d1 dk

  • E vem o Flop:

d6 cq hj

  • Quantas Outs você tem ?!
    • Primeiro você tem a possibilidade de um STRAIGHT, ou seja, com um 10 você faria uma sequencia de 10 até Ás;
    • Então a resposta é: 3 Reis, 3 Ases e 4 Dez = 3 + 3 + 4 = 10 cartas do baralho que poderiam fazer sua mão vencedora.
  • Vem então o Turn:

d6 cq hj d3

  • E a partir de agora, quantos Outs você tem ?!
    • Bem, falta somente uma carta  de ouros para você fazer um FLUSH, ou seja, 5 cartas do mesmo naipe (ouros). Então suas Outs acabam de aumentar consideravelmente;
    • Somamos a partir de agora 3 Reis, 3 Ases, 4 Dez e 9 cartas do naipe de ouros, 3 + 3 + 4 + 9 = 19;
    • O resultado só não é correto pois nós estamos somando as 9 cartas de ouros que incluem um 10 de ouros que já estava na conta, então subtraímos uma carta e temos 18 Outs.

Quando calculamos probabilidades é óbvio que NUNCA devemos somar uma carta mais de uma vez, ok ?! ;)

Muito Importante: Outs são SOMENTE cartas que lhe dariam a mão vencedora.

Pensando assim você pode me perguntar: Como eu vou saber qual será a mão vencedora ?! e a resposta é tão curta quanto óbvia. Você não sabe!

Essa pergunta é a grande limitação dos cálculos no poker. Convenhamos que se pudéssemos responder essa pergunta, com certeza o poker não seria um jogo tão famoso quanto é. Aí que entram aqueles videntes que conseguem “ler” sua mão de acordo com suas ações, esteja atento.

Analisando esse exemplo podemos então colocar o cérebro pra funcionar, aliado ao nosso sétimo sentido, e prever algumas mãos.

  • Se alguém aposta forte depois do FLOP e do TURN, você tende a pensar que o adversário pode ter uma mão como uma TRINCA (três cartas iguais) ou ainda dois pares;
  • Considerando isto, podemos então descartar da nossa conta de Outs os 3 Áses e os 3 Reis, pois ter um PAR maior não nos daria a vitória;
  • Como só podemos vencer com um STRAIGHT ou um FLUSH nosso conta se resume a: 4 Dez + 9 cartas de ouros – 1 Dez de ouros = 12 cartas possíveis para ganhar.

É claro que neste exemplo temos uma mão inicial extremamente forte, e um FLOP pra deixar qualquer um eufórico.

No próximo post estudaremos mãos iniciais mais fracas.

Vejo você em breve, abraços.

Dario.

A segunda parte deste artigo já foi publicada e você pode acessá-la clicando aqui – Calculando probabilidades – Parte 2

About these ads

1 Response to "Calculando probabilidades – Parte 1"

[...] Este artigo é continuação do Calculando Probabilidades – Parte 1, sugiro que dê uma olhada no artigo anterior se você não o leu [...]

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: